Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

Stress no Trabalho: Consequências e Resposta

Homem stressado com mãos na cabeça junto a portátil

As últimas semanas têm sido excecionalmente preenchidas a nível do calendário. Acrescentando a necessidade de finalização de um projeto importante no trabalho, o início de um projeto de coaching voluntário, e uma constipação, resultaram num final de semana de elevado stress. Como tenho a tendência para o colesterol elevado, fiz um teste rápido na farmácia esta manhã, resultando num valor de 239, bem maior que os níveis recomendados.

O stress como fator de risco para a saúde

Já tinha lido anteriormente que alguns estudos científicos apontam o stress como fator de aumento dos níveis de colesterol no sangue. No meu caso específico penso que stress é mesmo um fator de risco, pois faço exercício físico regular e uma dieta considerada saudável.

Por vezes, aumentar a produtividade pessoal significa fazer menos, e cuidar de nós próprios, reduzindo as fontes de stress, que supostamente potenciam a elevação dos níveis de colesterol e outros problemas de saúde.

Saber dizer não

Não vou abandonar o projeto de coaching, mas reduzir as minhas atividades ao mínimo, até porque se trata de um projeto voluntário. Recentemente abordaram-me para organizar uma conferência em 2020 (também como voluntário), e este tipo de eventos exige uma grande coordenação de recursos humanos e materiais, pelo que terei de considerar a utilidade desta conferência para a concretização dos meus objetivos pessoais, e se vale a pena o esforço.

Saber escolher o que acrescenta valor

Quanto ao meu trabalho principal de engenharia, e considerando que opero numa grande organização, não poderei fazer mais do que as minhas responsabilidades, até porque esta estratégia não tem resultado do ponto de vista de progressão interna. A progressão na carreira está mais relacionada com o marketing pessoal do que com a capacidade de trabalho ou competência.

Neste sentido, irei dar enfase ao descanso nas próximas semanas, não descurando obviamente da produtividade pessoal, escolhendo inteligentemente as tarefas que produzem valor e recusando gentilmente as restantes.

Resumos de Livros

Atualizado a 14.02.20

O resumo de livros e respetivas anotações fazem parte integrante do blogue Daily Habit desde o início. Nesta página encontra todos os livros resumidos.

Último resumo:

A Grande Estratégia de John Lewis Gaddis

Sucesso e Carreira

Maestria de Robert Greene

As Leis da Natureza Humana de Robert Greene

Primeiro Pergunte Porquê de Simon Sinek

The Start Up of You de Reid Hoffman e Ben Cashnocha

Como Deixar de se Preocupar e Começar a Viver de Dale Carnegie

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas de Dale Carnegie – Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4

As 48 Leis do Poder de Robert Greene – Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Parte 5

A Arte Subtil de Saber Dizer que se F*da de Mark Manson

Designing Your Life de Bill Burnet & Dave Evans - Parte 1, Parte 2, Parte 3

A Arte do Gamanço de Austin Kleon

Finanças e investimento

O Homem mais Rico da Babilónia de George Clason

Como enriquecer? Os quatro quadrantes da independência financeira de Rich Dad, Robert Kiyosaki

Pense e Fique Rico de Napoleon Hill

Como Fazer Crescer o Seu Dinheiro ao Longo da Vida de Pedro Barata

Como Fazer Crescer o Seu Dinheiro ao Longo da Vida de Pedro Barata (Capítulo de Trading)

Produtividade e gestão do tempo

Hábitos Atómicos de James Clear

A Única Coisa de Gary Keller e Jay Papasan

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes de Stephen Covey

O Projeto da Produtividade de Chris Bailey

Destrói este Diário de Keri Smith

A Força do Hábito de Charles Duhigg

Medir o que Importa de John Doerr

Getting Things Done de David Allen

Gestão do Tempo de Dan Kennedy

 

Um Novo Projeto de Coaching (Como Voluntário!)

Treinador adulto em campo com intercomunicador

Esta semana tenho uma apresentação em público no âmbito de um projeto de coaching na Toastmasters.

A Toastmasters é uma organização internacional, presente em Portugal desde 2006, com o objetivo de desenvolver as competências de comunicação dos seus membros, em especial o falar em público.

Trata-se de um projeto voluntário, existindo atualmente dezenas de clubes espalhados um pouco por todo o país.

Apoiar um clube Toastmasters na sua formação

O objetivo da minha apresentação é apoiar um novo clube na atração de novos membros, transmitindo o meu conhecimento e experiência que adquiri ao longo dos últimos anos com esta organização. Por outras palavras, é ajudar a fechar as vendas com novos membros.

A minha apresentação centra-se em três partes: qualidade das sessões, benefícios de adesão a um clube toastmasters e o processo de inscrição.

A qualidade das sessões

As sessões semanais de um clube são o produto da Toastmasters, pelo que é fundamental demonstrar a sua qualidade. Isto inclui começar e terminar cada sessão no horário previsto (cada sessão dura em média 1h30), os officers do clube (responsáveis pela organização) devem cumprir as suas responsabilidades, e os membros devem mostrar entusiasmo nas sessões.

Benefícios de adesão

Dentro dos benefícios em aderir à Toastmasters encontra-se perder o medo de falar em público (80% das pessoas aderem por este motivo), o desenvolvimento da liderança, melhoria das capacidades de relacionamento interpessoal e o aumento da autoconfiança.

O processo de inscrição

Quando um convidado manifesta interesse em aderir à Toastmasters, o processo de inscrição deve ser o mais simples possível. Deve ainda ser assegurado que trata-se de uma relação ganhadora para ambas as partes. O officer responsável pela inscrição de novos membros deve apoiar o novo membro no preenchimento da ficha de inscrição e esclarecer quaisquer dúvidas e reforçar os benefícios em aderir a um clube.

Conclusão

Recebi inúmeros benefícios quando aderi à Toastmasters sendo importante partilhar com outras pessoas que possam beneficiar, nomeadamente através deste projeto de coaching com um novo clube. Demonstrar o meu entusiasmo com o programa será possivelmente o ponto mais forte que poderei mostrar na apresentação desta semana.

Conheça o Método de Yoga que Pratico Seis Dias por Semana

Posturas da primeira serie ashtanga yoga

Poster de Ryan Spielman com as posturas da primeira serie do ashtanga yoga.

Hoje quero partilhar o método de yoga que pratico à mais de cinco anos, seis dias por semana, chamado de ashtanga yoga.

Existem dezenas de métodos de yoga, cada um com as suas técnicas particulares, mas todos com o objetivo único de ajudar o praticante a sentir-se melhor consigo próprio e com os outros. Os benefícios mais evidentes são o controlo de sintomas psicossomáticos como o stress, ansiedade e depressão.

Considerando a diversidade de métodos, pode-se dizer que que cada pessoa pode escolher um método que se adapte às suas preferências pessoais.

Eu por exemplo, escolhi o Ashtanga Yoga por ser um método de yoga mais dinâmico, e também mais exigente do ponto de vista físico, com algum trabalho cardiovascular. Ver vídeo de demonstração no final do artigo.

Em termos de prática este método envolve a sincronização da respiração com uma progressiva série de posturas. As posturas da figura compreendem a primeira serie que pratico todos os dias. Existem mais cinco series: a serie intermediária, e as series avançadas A, B, C e D. Poucos praticantes avançam para além da serie primaria, que é suficiente para se conseguir os benefícios da prática.

Este método só pode ser praticado com o acompanhamento de um professor experiente, pois como qualquer outra atividade física tem riscos associados senão for executado corretamente.

De seguida deixo um vídeo de demonstração de um praticante avançado. Espero que sirva de inspiração!

 

3 Melhores Técnicas para Reter a Informação de um Livro

Marcador amarelo em texto de livro papel

Os livros são dos melhores recursos que existem para aprofundar qualquer tema ou disciplina.

Por outro lado, como são extensos na sua generalidade, pode tornar-se difícil ao leitor reter o contexto ou a mensagem central que o autor pretende passar.

Neste artigo quero partilhar três formas de reter mais facilmente a informação essencial de um livro, em especial uma obra de não ficção.

1. Sublinhar as frases mais importantes com um marcador

Esta é forma clássica de reter informação num livro. Quando leio um livro em papel, todas as frases que se destacam são sublinhadas com um marcador amarelo. Ultimamente tenho lido muitos livros digitais e utilizo a mesma técnica. Aplicações como o Adobe Acrobat Reader ou o Onedrive já têm esta funcionalidade incorporada na leitura de um documento PDF.

Marcador amarelo em texto de livro digital ipad

2. Escrever um resumo do livro

Esta é uma das técnicas que mais utilizo a par com a utilização do marcador. O ato de escrever e sintetizar a informação de um livro ajuda a compreender melhor um texto. Pode ver um exemplo do último resumo que fiz aqui no blogue do livro O Projeto da Produtividade de Chris Bailey.

3. Criar um mapa mental

Já abordei aqui no blogue o que é e como se cria um mapa mental. Este pode ser uma excelente forma de resumir as ideias de um livro que considere importante.

Resumo de livro com mapa mental

Conclusão

Um bom livro de não ficção pode conter muita informação que queira reter para referência futura, existindo várias técnicas ao dispor para ajudar nesta tarefa, seja através de um marcador, resumo ou mapa mental.

O Projeto da Produtividade de Chris Bailey, Resumo do Livro - As Minhas Notas

O Projeto da Produtividade de Chris Bailey

O Projeto da Produtividade relata as lições que Chris Bailey aprendeu ao longo de um ano executando várias experiências de produtividade, algumas delas bem radicais, com o objetivo de encontrar uma forma de conseguir fazer o máximo em todas as áreas da sua vida.

Desde assistir a 296 palestras do TED, trabalhar 90 horas por semana, acordar às 5h00 da manhã, Bailey fez de tudo um pouco até encontrar a filosofia, estratégia e táticas que melhorassem a sua produtividade pessoal.

Lição 1: Pensar na produtividade em termos de energia, tempo e atenção.

O New York Times chamou o autor Tim Ferriss de "um cruzamento entre Jack Welch e um monge budista". Baley pega nesta citação, e lança a comparação de que as pessoas mais produtivas situam-se entre um frenético trader de Wall Street e um lento e perfeccionista clérigo, afirmando que no meio termo é que está a virtude.

A produtividade na perspetiva de Bailey diz que é precisa usar em simultâneo a energia, tempo e atenção.

  • A energia vem da sua saúde. Se não se sente bem para trabalhar, tudo o mais não faz sentido.
  • Pode aprender a utilizar o tempo através da gestão das suas prioridades.
  • A atenção é o que potencia a energia e o tempo, mantendo a sua mente focada no que está a fazer.

Lição 2: A Regra dos 3 pode ajudar a organizar a sua agenda

Bailey refere o livro Getting Results the Agile Way de J.D. Meier onde encontrou uma forma de dividir os seus objetivos em três etapas:

  1. Quais são as três tarefas que deseja realizar hoje?
  2. Quais são os três marcos que deseja concluir esta semana?
  3. Quais são os três objetivos que espera alcançar este ano?

Responda à primeira pergunta todos os dias garantindo que está alinhado com as suas metas semanais, que por sua vez estão alinhadas com os seus objetivos anuais ou de longo prazo.

Lição 3: Existe um motivo pelo qual a maioria das empresas segue a semana de 40 horas

Nas suas experiências, Bailey passou de 20 horas de trabalho por semana para 90 horas, e descobriu que realizava basicamente o mesmo nos dois extremos.

Os estudos analisados por Bailey apontam para um maior rendimento perto da semana das 40 horas de trabalho, o que coincide de facto com o horário da maioria das empresas. Estes estudos mostraram ainda um declínio acentuado na produtividade dos trabalhadores após ultrapassar as 55 horas semanais, levando o dobro do tempo para realizar qualquer tarefa a partir das 60 horas.

Conclusão

Ser produtivo não é fazer mais coisas, é trabalhar de forma mais inteligente encontrado soluções para ser mais eficiente e aproveitar melhor o tempo. É importante reconhecer o que é mais importante a acima de tudo saber evitar distrações.

Texto adaptado de Four Minute Books e Conscioused.

A Fórmula do Sucesso em Portugal

Pessoas no Terreiro do Paço em Lisboa

Qual a definição do sucesso? Como sabemos se atingimos o sucesso? Como se pode ter sucesso em Portugal?

Todas estas perguntas não são de resposta fácil, tendo o sucesso diferentes significados para cada pessoa.

O dicionário Priberam define sucesso como o que tem bom resultado, boas vendas ou muita popularidade.

Podemos concordar que ter saúde é uma medida de sucesso para todos, pois sem saúde mais nada é possível. Mas quanto ao resto?

O ambiente em que vivemos também molda como definimos o sucesso. Viver na China, Estados Unidos, República do Congo ou em Portugal traduz-se em experiências e ambições distintas.

O sucesso nos relacionamentos é muito subjetivo, pelo que no resto do artigo quero abordar a fórmula do sucesso em Portugal ao nível do trabalho e finanças pessoais.

O quadro seguinte mostra a relação entre as ocupações e os investimentos mais comuns que produzem riqueza, com algumas possíveis combinações para atingir o sucesso.

Quadro ocupação rendimentos

Observações:

  • O investimento em imobiliário neste contexto exige pouco tempo para acompanhamento, mas necessita de capital. Só os empregos e negócios que geram algum capital permitem este tipo de investimento.
  • O investimento nos mercados a longo prazo é menos exigente a nível de disponibilidade do que o investimento nos mercados a curto prazo. Por outro lado o primeiro produz menos rendimentos que o último.
  • Acrescentei a ocupação de político ao quadro, porque em Portugal existem muitas oportunidades para aqueles que têm inclinação ou vocação para este tipo de trabalho.
  • Quem tem empregos ou negócios que produzam baixo rendimentos, pode ter a vantagem de eventualmente ter um melhor horário que permita investir nos mercados financeiros a curto prazo conseguindo um lucro interessante.
  • A fórmula do sucesso pode mudar ao longo da vida de uma pessoa, não é estanque.

Pág. 3/3