Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

5 Técnicas para Lidar com um Chefe "Picuinhas" sem Perder a Sanidade Mental

Mulher em frente a portatil apoiando a cabeça

Depois de umas semanas ausente aqui no blogue finalmente consigo dedicar tempo à escrita. Neste período houve mudanças de chefia no meu trabalho e fui premiado com um chefe picuinhas,

De acordo com o dicionário priberam, piquinhas é "aquele ou aquela que é exageradamente minucioso; que ou quem dá muita importância a pormenores".

Um chefe picuinhas é deste modo um micro gestor com muitas dificuldades em delegar tarefas aos seus subordinados. Muitas vezes estas pessoas são bons profissionais, mas quando transitam para cargos de chefia têm um grande receio que a sua equipa não esteja ao seu melhor nível, e o resultado é não dar espaço aos seus colaboradores, atentos a todos os detalhes.

De seguida irei partilhar cinco técnicas que poderá utilizar para lidar com um chefe picuinhas no seu trabalho.

1. Preparação mental

A primeira técnica é a preparação mental e entender esta nova situação como mais um desafio profissional. Possivelmente o seu chefe não tem nada contra si, e não deve levar para o campo pessoal, mas sim como um problema no trabalho que carece de resolução.

2. Manter a postura e educação

A segunda técnica é manter a postura e educação perante o seu chefe por mais que isso lhecuste, e de modo ao mesmo não ter nada a apontar em relação a si. As leis do poder são dinâmicas e nunca sabe se irá precisar do seu chefe no futuro, portanto mantenha as portas abertas.

3. Transmitir indiretamente que não aprecia este tipo de comportamento

A terceira técnica é de uma forma subtil transmitir que não tolera este tipo de comportamento, para que o seu chefe o possa respeitar. Isto muitas vezes é conseguido de uma forma indireta falando com outras pessoas que reportam ou trabalham consigo além do seu chefe para terem em consideração o organograma da organização ou projeto, e não passarem por cima de si falando com o seu chefe diretamente.

4. Fazer uma auto-análise

A quarta técnica é fazer uma auto-análise, e verificar se o comportamento do seu chefe não terá uma razão de existir. Por exemplo, tem falta de conhecimentos ou competências nalguma área específica do seu trabalho? Neste caso deve falar com o seu chefe das necessidades específicas de formação ou de pensar na forma como trabalha.

5. Utilizar o trabalho do seu chefe a seu favor

A quinta e última técnica é utilizar a vontade de trabalhar do seu chefe a seu favor, à semelhança do que acontece no judo em que se utiliza a força do oponente como vantagem. Provavelmente a personalidade do seu chefe é mesmo assim. Pode dar-lhe, por exemplo, tarefas que não pretende fazer para o manter ocupado e mante-lo afastado dos seus projetos.

Espero que estas cinco técnicas o tenham ajudado se cruzar-se com um chefe picuinhas no seu trabalho. Este tipo de chefe pode ser desconcertante, podendo no entanto aprender com a experiência e dar a volta.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub