Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

As 48 Leis do Poder de Robert Greene, Resumo do Livro - As minhas notas

ATUALIZADO a 09/03/2020: Para uma informação mais completa do trabalho de Robert Greene, consulte o novo blogue 48-leis-do-poder-blogs.sapo.pt, com o resumo alargado do livro.

Na subida ao poder não existe fator mais importante do que as relações interpessoais. A eficácia desta relação é tanto uma ciência como uma arte. Robert Greene, na sua obra As 48 Leis do Poder, descreve através de fatos históricos como as leis do poder nos dias de hoje permanecem as mesmas que nos últimos três mil anos.

A essência da natureza humana, com as suas ambições e fragilidades, e ao contrário da tecnologia e ciência não mudou assim tanto. Este livro em especial é um dos meus favoritos, porque explica o comportamento das pessoas num ambiente empresarial ou político.

Trata-se de uma narrativa que assemelha à Arte da Guerra de Sun Tzu, mas muito mais desenvolvido nas suas quase 500 páginas de leitura.

Algumas pessoas associam este livro ao pensamento maquiavélico, mas mesmo que não tenha ambições de ascender ao poder, trata-se de um livro bastante útil para entender como pensam os que detêm posições de destaque na sociedade.

As 48 Leis do Poder - Parte 1 - Leis 1 a 10
As 48 Leis do Poder - Parte 2 - Leis 11 a 20
As 48 Leis do Poder - Parte 3 - Leis 21 a 30
As 48 Leis do Poder - Parte 4 - Leis 31 a 40
As 48 Leis do Poder - Parte 5 - Leis 41 a 48

O livro é dividido por 48 capítulos correspondendo às 48 leis do poder:

1. Não ofusce o brilho do mestre

2. Não confie demais nos amigos, aprenda a usar inimigos

3. Oculte as suas intenções

4. Diga sempre menos do que o necessário

5. Muito depende da reputação - guarde-a com a própria vida

6. Chame a atenção a qualquer preço

7. Faça os outros trabalharem por si, mas fique sempre com o crédito

8. Faça as pessoas virem até si - use um isco se necessário

9. Vença pelas suas atitudes, não discuta

10. Contágio: evite o infeliz e o azarado

11. Aprenda  a manter as pessoas dependentes de si

12. Use a honestidade e a generosidade selectivas para desarmar a sua vitíma

13. Ao pedir ajuda, apele para o egoísmo das pessoas, jamais para a sua mesericórdia ou gratidão

14. Finja ser amigo, aja como espião

15. Aniquile totalmente o inimigo

16. Use a ausência para aumentar o respeito e a honra

17. Mantenha os outros num estado latente de terror: cultive uma atmosfera de imprevisibilidade

18. Não construa fortalezas para se proteger - o isolamento é perigoso

19. Saiba com quem lida - não ofenda a pessoa errada

20. Não se comprometa com ninguém

21. Aparente ser otário para enganar os otários - aparente ser mais burro do que o normal

22. Use a tática da rendição: transforme a fraqueza em poder

23. Concentre as suas forças

24. Represente o perfeito cortesão

25. Recrie-se

26. Mantenha as mãos limpas

27. Jogue com a necessidade que as pessoas têm de acreditar em algo para criar um séquito de devotos

28. Seja ousado

29. Planeie até ao fim

30. Faça as suas conquistas parecerem fáceis

31. Controle as opções: quem dá as cartas é você

32. Desperte a fantasia das pessoas

33. Descubra o ponto fraco de cada um

34. Seja aristocrático na sua própria forma: aja como um rei para ser tratado como tal

35. Domine a arte de saber qual o tempo certo

36. Despreze o que não puder ter: ignorar é a melhor vingança

37. Crie espetáculos atraentes

38. Pense como quiser, mas comporte-se como os outros

39. Agite as águas para atrair os peixes

40. Despreze o que vier de graça

41. Evite seguir os passos de um grande homem

42. Ataque o pastor e as ovelhas dispersar-se-ão

43. Conquiste o coração e as mentes dos outros

44. Desarme e enfureça com o efeito espelho

45. Pregue a necessidade da mudança, mas não mude muita coisa ao mesmo tempo

46. Não pareça perfeito demais

47. Não ultrapasse a meta estabelecida; na vitória aprenda a parar

48. Evite ter uma forma definida