Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

Outubro

pexels-pixabay-33109

Agora que a sociedade está a regressar ao normal, as pessoas começam a fazer planos.

No meu caso, não tenho expectativas profissionais relacionadas com a minha formação principal de engenharia. Foram anos de estudo, primeiro numa licenciatura, e mais tarde num mestrado.

Porquê investir tanto num curso, se depois não se vêm benefícios? Talvez o meu propósito maior não esteja alinhado com a progressão na carreira. Isto talvez funcione a nível subconsciente, pelo menos é a minha teoria.

Posso, no entanto, criar o melhor ambiente de trabalho possível no meu emprego, mesmo que não tenha objetivos de subir na organização.

Um bom ambiente com os colegas e dirigentes permite-me andar mais feliz, com menos stress, e ganhar energia e equilíbrio para a minha atual obsessão, que é negociar nos mercados financeiros.

As técnicas de Como fazer amigos e influenciar pessoas de Dale Carnegie é tudo o que é preciso para criar um ambiente positivo no trabalho e em casa. As 48 leis do poder de Robert Greene são essenciais para quem almeja um cargo mais alto e apresenta técnicas mais agressivas, muito ao estilo da arte da guerra da Sun Tzu.

Ao contrário da ciência, que progride de dia para dia com novas descobertas, não existe nada de significativamente novo na maioria das profissões e ocupações, com exceção da adaptação aos avanços das novas tecnologias.

Para alguém estar no topo, digamos nos 10% melhores, tem primeiro de trabalhar mais do que os outros 90%. Segundo, tem de ter uma paixão intensa por aquilo que faz, pois só assim é possível trabalhar mais do que os outros por um longo tempo e ultrapassando os obstáculos.

Algumas vezes podemos trabalhar mais do que os outros e gostar daquilo que fazemos, mas mesmo assim não ter sucesso. Possivelmente isto acontece porque não esxiste mercado para os nossos serviços. Nestes casos, o melhor é mudar de mercado, mas atenção, porque só depois de muito trabalho se pode chegar a esta conclusão.

Malcolm Gladwell escreveu no seu grande livro Outliers que um especialista se constrói em 10.000 horas de trabalho. Claro que isto é aproximado e depende de cada atividade, com mais ou menos horas, mas dá para ter uma ideia de que o sucesso não cai do céu. Portanto, não espere com apenas mil ou duas mil horas de trabalho conseguir testar a validade da sua ideia, quanto mais com cem ou duzentas horas de dedicação.

Esta tese é também explorada no livro Maestria de Robert Greene se quiser desenvolver este tópico.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub