Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

Generalista ou Especialista: Qual o Melhor?

Iniciei este blogue com o objetivo geral de escrever sobre produtividade geral, tendo publicado artigos sobre a gestão do tempo, definição de objetivos, gestão do email, gestão das reuniões de trabalho, saber quando dizer não e outras técnicas para conseguir aproveitar melhor o tempo e conseguir fazer mais do que é importante.

Depois alarguei os temas para a liderança e comunicação, sendo também outro campo bastante abrangente. Foquei-me nas relações interpessoais, dinâmicas do poder, estratégia e de como podemos ter uma maior influência.

Neste momento sinto que estou um pouco disperso. Na semana passada tive a oportunidade de ver um curto vídeo de Tim Ferriss, autor do livro 4 Horas por Semana,  em que abordava o tema se deveríamos nos especializar ou ser generalistas.

A resposta de Ferriss foi que deveríamos ser especialistas generalistas. Depois explicou que o que quis dizer com isto, é que podemos combinar várias áreas distintas para formar um novo ângulo sobre algo em podemos ter uma vantagem competitiva.

Dá o exemplo do lendário investidor Warren Buffet que o combinou o seu talento nas finanças com a capacidade de falar em público para atrair investidores e fazer negócios nos mercados financeiros.

Como é que posso, por exemplo, aplicar este conhecimento ao blogging?

1 – Saber quais as minhas principais áreas de competência

Engenharia, gestão de projeto, bolsa de valores, gestão do tempo, escrever, falar em público, desenvolvimento de sites e escrever em inglês.

2 – Saber quais das áreas anteriores tenho uma maior paixão para desenvolver a tempo parcial (pontuação de 1 a 5)

Engenharia (1), gestão de projeto (2), bolsa de valores (4), gestão do tempo (4), escrever em português (5), falar em público (2), desenvolvimento de sites (4) e escrever em inglês (4).

3 - Combinar duas ou mais áreas com 4 ou 5 valores para uma vantagem competitiva

Bolsa de valores (4) escrever em português (5) e desenvolvimento de sites (4): Já criei um blogue no wordpress.org com alojamento próprio onde partilho a minha estratégia de investimento e as minhas negociações na bolsa.

Gestão do tempo (5) e escrever em inglês (4): De certa forma é o que estou a fazer parcialmente no The Daily Habit em português, embora os temas vão muito mais para além da gestão do tempo como escrevi no início do artigo.

4 - Desenvolver um plano de ação

Blogue de finanças pessoais: já foi lançado há vários meses, com publicações diárias a documentar o meu caminho até à independência financeira, pelo que neste momento o plano está em marcha.

Blogue de gestão do tempo: Vou criar um novo blogue de gestão do tempo na língua inglesa focado num nicho da produtividade pessoal, por exemplo sobre i) definição de objetivos ou ii) gestão do email. (Paralelamente vou continuar com o The Daily Habit mais generalista em formato de diário.

5 - Aspetos práticos

Entre o trabalho, blogues e outras atividades importa criar algum equilíbrio para evitar o esgotamento. As intenções são boas, mas a saúde vem em primeiro lugar, pelo que as publicações do novo blogue de gestão do tempo terão de ser pausadas para conseguir apreciar o processo.

O novo blogue será criado numa plataforma gratuita como o Blogger ou Medium. Não pretendo rentabilizar o blogue pelo que não fará sentido gastar dinheiro. Este foi um dos vários erros que cometi em projetos anteriores, comprando domínios e alojamento online desnecessário.

Conclusão

Uma vantagem competitiva no mercado não se obtém com a generalização nem com o especialização, mas sim com uma combinação dos dois. O especialista generalista combina várias áreas eficazmente para oferecer uma nova perspetiva com maiores probabilidades de sucesso. Aqui foi apresentado o caso prático do blogging, mas o mesmo processo poderia ser aplicado a outro tema. É claro que existem exceções à regra, mas a menos que seja o próximo Einstein ou Ronaldo, deverá procurar um nicho comercial de várias áreas onde consiga prosperar.

O Hábito da Revisão Mensal na Produtividade Pessoal

Criar um plano de sucesso que inclua os objetivos a médio e longo prazo, é a primeira metade do caminho para o desenvolvimento de uma vida com mais significado.

A segunda metade é a revisão regular do plano: saber onde estamos em relação ao planeado, e as modificações necessárias em função do que descobrimos ou aprendemos.

Este blogue tem uma forte componente prática, e pretende acompanhar a minha própria produtividade pessoal, pelo que irei utilizar a revisão do último plano de sucesso que criei.

Área das finanças

Investir na bolsa de valores

Pretendo obter a independência financeira recorrendo ao investimento na bolsa de valores, com um retorno anual de 100%. Trata-se de uma meta bastante ambiciosa, mas possível com um enorme trabalho, dedicação e o desenvolvimento de uma boa estratégia.

Após largos meses a investir e a treinar diariamente numa conta de simulação, e muitas horas de aprendizagem depois,  termino o mês de novembro com um saldo positivo. Se o mês de dezembro correr tão bem como o de novembro, irei avançar no ano novo para a negociação de títulos numa conta com dinheiro real.

Monetizar o blogue The Daily Habit

Criar e escrever neste blogue foi uma das melhores decisões que tomei nos últimos tempos. Ajuda-me a refletir sobre as minhas ideias (que são muitas), e a gerir prioridades escolhendo as ideias com a melhor relação custo/benefício. O custo aqui é medido pelo tempo que dedico aos meus projetos. Se vejo que um projeto exige muito trabalho para o benefício esperado, então não vale a pena seguir com o projeto.

A monetização deste blogue não é neste momento prioritária, porque o que posso ganhar com o mesmo, não se equipara as potencialidades de rendimento com outros projetos. Esta ideia não inteiramente abandonada, ficando na lista dos projetos de algum dia (este é um conceito do método de gestão do tempo GTD).

Área da carreira

Progredir profissionalmente

Tenho a felicidade de trabalhar num emprego estável com um horário decente. A desvantagem é que existem poucas perspetivas de evolução na carreira.

A progressão profissional, e se alguma vez tiver sorte, só será atingida se conseguir dominar as regras do jogo, controlando as dinâmicas das relações sociais e do poder.

Neste sentido, o meu local de trabalho irá servir como laboratório experimental, onde irei testar a conquista de um maior respeito e influência sobre os outros (com integridade).

Área pessoal

Diminuir o tempo nas tecnologias de informação

As tecnologias são fundamentais para uma maior produtividade, mas os excessos acabam por ter um efeito prejudicial. Todos os dias a partir das 22h e o sábado na íntegra, irão ser livres de smartphones, tablets e computadores.

Cozinhar vegetariano

O meu desejo de ter pelo menos metade das refeições semanais com uma alimentação vegetariana é um desafio. Cada semana tem 14 refeições principais, o que dá 7 refeições leves e saudáveis por semana. Se nas próximas semanas começar a fazer duas refeições por semana com vegetais, já é um bom início em direção ao meu objetivo.

Conclusão

Esta foi a revisão mensal do meu plano de sucesso, servindo de reflexão e melhoria contínua à minha produtividade pessoal e gestão de prioridades. O objetivo último é conseguir prosseguir em direção aos meus objetivos, com uma vida mais preenchida de conquistas e alegrias.

Final do Mês: É Tempo de Rever os Objetivos

Calendário mensal a preto e branco

No final de cada mês revejo os meus objetivos. Normalmente aproveito o fim de semana que é mais calmo para esta tarefa. Num outro artigo escrevi sobre como se define objetivos. Aqui vou mostrar como faço a revisão mensal, parte integrante neste processo.

Escolhi o carácter mensal para a revisão de objetivos porque penso que é o período que se adapta melhor a mim, e de forma a não perder contacto com as minhas metas. Existem outras pessoas que fazem esta revisão trimestralmente ou mesmo anualmente, tudo depende de cada caso.

Pretende-se com esta revisão modificar, eliminar ou acrescentar novos objetivos, através da experiência passada e da alteração inevitável das circunstâncias. Atualmente tenho os objetivos divididos por três áreas: finanças, carreira e pessoal. Estás áreas poderão ser diferentes consoante a altura da minha vida.

Finanças

A área das finanças é a que atualmente me foco mais. Estou nos meus 40’s, e para recuperar o atraso perdido com a falta de investimento no passado, resolvi à cerca de um ano dedicar-me ativamente na aprendizagem e negociação de ativos nos mercados financeiros. Num próximo artigo ainda a publicar esta semana, vou desenvolver os motivos por detrás da minha escolha dos mercados financeiros como principal mecanismo de investimento, a minha experiência ao longo do último ano e os desafios nesta tipo de rentabilização do dinheiro.

Carreira

Na área da carreira estão incluídos todos os projetos e atividades do meu trabalho e da minha atividade a tempo parcial de consultoria em engenharia. Tenho a felicidade de trabalhar num emprego que gosto, mas a minha remuneração é uma “piada de mal gosto“ para as responsabilidades assumidas, como infelizmente é o caso da maioria dos portugueses. A atividade de consultoria pretende de certa forma complementar os rendimentos profissionais.

Pessoal

A área pessoal é tudo o que não está diretamente relacionado com a carreira ou finanças, inclusive este blogue, que faço como hobby para escrever sobre a minha paixão sobre produtividade pessoal e os seus desafios. Alem do tempo dedicado à família, nas próximas semanas tenho o objetivo de fazer uma receita vegan por semana. Geralmente tenho refeições equilibradas, mas este tipo de cozinha em particular faz-me sentir bem e com energia, pelo que gostaria de ter mais refeições livres de produtos animais.

Aproveitar a viagem

A revisão de objetivos mensais não é mais do que uma reflexão sobre o mês que passou e a redefinição de objetivos para o mês seguinte. O importante é manter o processo simples e adaptável, caminhando serenamente na medida do possível em direção aos nossos sonhos e metas. No final o que conta é a viagem, sendo que os objetivos estão cá para nos motivarem neste percurso que é a vida.

 

The Dailies, Edição #3: A Semana em Retrospetiva

Backpacker a olhar paisagem em montanha

Este artigo pretende fazer uma retrospetiva da minha semana a nível de produtividade pessoal e gestão do tempo. Do que correu bem e o que podia melhorar.

Anteriormente esta rubrica chamava-se The Brief, tendo o nome mudado para The Dailies nesta edição, para ir de encontro ao nome do blogue propriamente dito, e também inspirado pelo coach de produtividade Mark Vardy de Productivyist.

Método GTD de gestão de tarefas

O sistema que estou a utilizar para gerir as minhas tarefas é baseado no método GTD de David Allen, e que vem descrito no livro do mesmo autor GTD - Fazer Bem as Coisas. Logo no início quanto comprei este livro não consegui implementar o método. Só mais tarde, à cerca de dois anos, e após ter lido o livro the How to be a Produtivity Ninja de Graham Allcott, que exemplifica como pode ser implementado o sistema GTD, consegui introduzir o mesmo na minha gestão de tarefas.

Este método é muito bom para compartimentar as áreas da minha vida, mas não tão bom no estabelecimento de objetivos e de uma visão geral para o futuro. Ainda estou a testar um novo método que possa ajudar neste sentido com algum grau de satisfação.

Aplicação de gestão de tarefas e áreas da minha vida

No meu programa de gestão de tarefas, o Nirvana, tenho atualmente cinco áreas que estou a desenvolver: trabalho, pessoal, carreira, finanças e coaching.

A área do trabalho tem a ver com o meu emprego propriamente dito, e inclui todas as tarefas relacionadas com a organização onde estou a exercer funções profissionais atualmente.

A área pessoal é tudo o que faço a nível pessoal e familiar, incluindo saúde e tempos livres.

A área da carreira inclui o desenvolvimento profissional e a procura por novas oportunidades de trabalho.

A área das finanças pretende conhecer as possibilidades de investimento e aplicar as minhas poupanças nos melhores produtos.

Por fim, a área do coaching está relacionada com o projeto de produtividade pessoal e gestão do tempo, em que se inclui este blogue.

Equilibrar as várias áreas

Com o feriado do dia 1 de maio e as férias da Páscoa, a semana passada acabou por ficar desequilibrada, não dando a devida atenção a certas áreas. Por vezes penso que talvez tenha áreas a mais, contribuindo para uma diminuição da minha produtividade.

As áreas trabalho e pessoal são essenciais e não facultativas, porque providenciam os meus rendimentos e o bem estar emocional. Já as outras restantes três áreas (carreira, finanças e coaching) são discutíveis em função das minhas prioridades.

Nestas últimas três áreas importa saber o tempo que pretendo dedicar a cada uma. Por exemplo, escolher um depósito a prazo corrente ou um certificado de aforro não exige muito tempo. Basta escolher vários produtos existentes no mercado, fazer um comparativo e depois aderir ao mesmo, só reiniciando o processo um ano depois quanto vencerem os juros.

Por outro lado, para fazer investimentos nos mercados financeiros com a possibilidade de ter algum sucesso, é preciso dedicar bastante tempo para estudar os métodos de análise e outras particularidades deste tipo de investimento.

Dividir a semana em dias temáticos

O perigo de mudar de contexto frequentemente é que perdemos tempo na mudança do tipo de atividade. Este facto está presente num estudo referido no livro Scrum - A Arte de Fazer o Dobro do Trabalho em Metade do Tempo de Jeff Sutherland.

Se considerar cada contexto como área, e de acordo com a teoria de Sutherland, será pouco produtivo trabalhar por exemplo todos os dias nas cinco áreas atrás referidas, pois a mudança constante de contextos irá fragmentar o meu tempo e reduzir o meu foco.

Como já tinha tinha sido referido atrás no artigo não posso mudar o trabalho nem a vida pessoal, mas posso gerir como dedico o meu tempo às áreas da carreira, finanças e coaching.

Assim sendo, na próxima semana irei dividir os dias por temas, também inspirado por Vardy, um dos grandes proponentes deste método de gestão do tempo. Ou seja, além das atividades diárias inerentes ao meu trabalho e vida pessoal, irei dedicar os dias da semana às seguintes atividades:

-Segunda-feira: finanças.

-Terça-feira: carreira.

-Quarta-feira: carreira.

-Quinta-feira: coaching.

-Sexta-feira: coaching.

Termino assim esta edição do The Dailies, o diário da minha produtividade pessoal com a retrospetiva da minha gestão do tempo semanal. No próximo sábado será publicada nova edição.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D