Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

The Daily Habit

Diário de produtividade pessoal

O Meu Sistema de Gestão do Tempo para 2021

Relógio de rua

Depois dos objetivos para 2021 traçados, importa rever o sistema de gestão do tempo. Nos últimos anos tenho usado o sistema clássico do calendário mais as listas de tarefas, que tem funcionado satisfatoriamente bem. Este ano introduzi o acompanhamento dos hábitos, formando a trilogia calendário + tarefas + hábitos, e que passo a explicar de seguida.

Calendário para compromissos

No calendário são colocados os compromissos assumidos com terceiros, como reuniões de trabalhos, consultas médicas, etc. A finalidade é ter a agenda o mais livre possível para executar as tarefas incluídas nas respetivas listas apresentadas de seguida.

Listas de tarefas para atividades importantes e necessárias

Tenho três listas de tarefas divididas pelas áreas do trabalho, pessoal e trading. Pretende-se que cada área reflita um contexto, para ser mais fácil rever as listas periodicamente (neste caso emanalmente). Para manter cada lista manejável, deve haver mais de 12 tarefas por lista. Se uma tarefa não for importante ou necessária, não vai para a lista.

Aplicação de hábitos

Este ano a novidade no meu sistema de gestão do tempo, está na implementação de uma aplicação de hábitos. Um hábito também poderá ser introduzido numa lista de tarefas através de uma atividade repetitiva, mas uma aplicação dedicada trás algumas vantagens. Primeiro, a lista de tarefas não é sobrecarregada com hábitos diários, e em segundo lugar uma aplicação permite visualizar estatísticas e a evolução dos hábitos ao longo do tempo.

Um bom sistema de gestão do tempo deverá ser adaptado a cada personalidade

Existem inúmeros sistemas de gestão do tempo, e dentro de cada sistema aplicam-se ainda inúmeras variações. Cada pessoa deverá encontrar o melhor sistema de acordo com a sua personalidade. Deverá ser motivante, pois todos sabemos como é fácil abandonar uma rotina, mesmo sendo boa para nós.

De seguida deixo algumas ideias de aplicações que podem ser utilizadas gratuitamente:

Calendário: GoogleOutlook.

Tarefas: TicktickTodoistMicrosoft To-Do (as primeiras duas têm modelos fremium, mas que na versão gratuita são funcionais para a necessidade da maior parte das pessoas).

Hábitos: Loop.

 

 

Os Meus Objetivos para 2021

Mapa mental com objetivos 2021

Estamos no final de dezembro, sendo o tempo ideal de reflexão para traçar os objetivos do ano novo em 2021.

À semelhança do ano passado, irei usar um mapa mental para apoio neste processo. A partir do centro do mapa, nascem as áreas que pretendo desenvolver: trabalho a vermelho, dinheiro a verde e pessoal a azul.

No trabalho, pretendo continuar a aplicar os princípios das leis do poder baseado nas obras de Robert GreeneDale Carnegie, com especial incidência na arte de ouvir, falando menos.

No dinheiro, quero continuar a poupar uma percentagem dos meus rendimentos e desenvolver uma estratégia de trading na bolsa de valores. Se terminar o ano sem perder rendimentos na bolsa já será positivo.

Dividi a área pessoal em casa e saúde. Na casa quero cozinhar refeições vegetarianas e levantar-me cedo logo ao primeiro toque do despertador. Na saúde pretendo criar hábitos que promovam o relaxamento ocular para prevenção da degradação da visão devido à minha miopia.

É interessante notar que todos os objetivos de 2021 se traduzem em hábitos (não mostrado na imagem), com a repetição de atividades, e que têm de ser geridos de forma diferente das tarefas, mas esta explicação fica para outro artigo.

Mapa mental criado com a aplicação xMind.

 

É tempo de Renovar os Objetivos de 2019

Homem a celebrar com fogos de artifício

O início do ano é o momento em que muitas pessoas traçam novos objetivos. No entanto, é também conhecido que grandes parte de nós desiste precocemente ou falha em atingir os mesmos.

79% das pessoas desistem antes de alcançar os seus objetivos

De acordo com uma pesquisa realizada pelo International Stress Management Association, e referida no site Olhar Conceito, 33% dos indivíduos desistem das resoluções de ano novo na primeira semana do ano, 46% no primeiro mês, sendo que somente 21% conseguem cumprir as suas metas. Ou seja, 79% das pessoas nunca chegam a atingir os seus objetivos.

A tristeza é que a maioria dos que falham só irão traçar novas metas no ano seguinte para novamente falharem. Mas não precisa de ser assim, porque estamos sempre a tempo de recomeçar.

Setembro traz energias renovadas

Setembro é uma excelente oportunidade de nos conectarmos novamente com os nossos objetivos de 2019. Afinal ainda faltam quatro meses até ao final do ano, e os objetivos esquecidos poderão ser reanimados, atualizados ou adaptados para nos proporcionarem um novo vigor até ao final do ano.

Setembro também coincide com o regresso às aulas, em que alunos e professores têm um novo ano escolar pela frente. Mesmo que já não andemos na escola, podemos recordar estes tempos e ver como encarava-mos com entusiasmo esta época.

É tempo de retomar os objetivos de 2019

Portanto, se já tinha desistido dos seus objetivos de 2019, é tempo de arregaçar as suas mangas porque ainda tem muito tempo pela frente até ao final do ano. Não existem desculpas. Utilize esta janela de tempo, e o descanso das férias de verão se foi o caso, para encontrar uma energia renovada e vencer os seus desafios de 2019.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub